Início > Antropologia, Eventos, Filosofia, Pensamentos, Psicologia > CLAUDE LÉVI-STRAUSS (1908 – 2009)

CLAUDE LÉVI-STRAUSS (1908 – 2009)

Ocorrida no final de semana passada mas só comunicada pelos familiares em Paris no dia de hoje, registro aqui o falecimento de um dos mais importantes intelectuais de todos os tempos, o antropólogo belga radicado na França Claude Lévi-Strauss – após 100 anos de vida.

Lévi-Strauss era o último remanescente de uma brilhante geração de intelectuais franceses dos anos 1950 e 1960 que gestaram o chamado movimento estruturalista – um paradigma filosófico robusto que influenciou todo um conjunto de estudos e pesquisas nos mais diversos ramos das Ciências Humanas e Sociais daquela época -, inspirados pela obra seminal do linguista suíço Ferdinand de Saussure e o seu clássico Curso de Linguística Geral. Tal como Michel Foucault na Filosofia, Roland Barthes na Semiologia e Jacques Lacan na Psicanálise, Lévi-Strauss foi responsável pela introdução do método estrutural no campo da Antropologia, entrando para a história como o fundador da escola da Antropologia Estrutural.

Junto com Saussure e Lacan, Lévi-Strauss era uma das pontas do triângulo intelectual que estudei de maneira muito intensa durante o meu curso de graduação em Psicologia na UFRJ no final dos anos 1980. Era a época da efervescência do pensamento francês na academia, além do momento onde a psicanálise lacaniana se insinuava no meio intelectual carioca. Dois de seus textos, publicados na coletânea Antropologia Estrutural I (Editora Tempo Brasileiro), foram importantíssimos em minha formação: “O Feiticeiro e Sua Magia” e “A Eficácia Simbólica“. Em ambos, o pensador analisava o efeito simbólico da palavra como transformadora dos estados corporais, a partir do estudo de campo com pajés (xamãs) da América do Sul.

Em um mundo onde a reflexão, a curiosidade e a análise crítica parecem ter cada vez menos espaço, é sempre bom ter alguém do calibre de um Lévi-Strauss para nos inspirar e incitar o pensamento. Mesmo que, porventura, possamos discordar de suas idéias, conforme foi o meu caso particular ao longo do meu percurso intelectual…
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: