MÁS CLUB: A TACADA HISPÂNICA DO WAL-MART

Há muito que os latinos representam uma parcela significativa da população norte-americana. Afinal, os EUA vem sendo o destino preferencial de cubanos, mexicanos, porto-riquenhos, dominicanos, hondurenhos e outros imigrantes de origem hispânica em busca de melhores condições de vida. Home of the brave, land of the free…
A rede de hipermercados hard discount Wal-Mart inaugurou na quinta-feira passada, em Houston (TX), o Más Club – uma versão do seu clube de compras Sam´s Club direcionada para os consumidores latinos. Trata-se de um mix spanglish onde produtos ao gosto desses consumidores (tortillas, doces mexicanos frescos, carne de porco e outras iguarias) são vendidos em fartas quantidades, bem ao gosto americano.
Apesar desse estoque étnico estar em vertiginosa ascensão – segundo algumas projeções demográficas, acredita-se que até 2050 o percentual de latinos em estados como a Califórnia irá atingir o patamar de 60% -, o Wal-Mart enfrenta a concorrência de pequenos comerciantes, mercados de bairros e cadeias de alimentos como a texana Fiesta Mart, que já atendem esse tipo de consumidor.
Para fazer parte do Más Club, o cliente paga uma taxa anual de US$ 30 – menos que os US$ 40 anuais para filiar-se ao Sam´s Club. A megaloja é adornada com placas de cores vivas (laranja, vermelho e verde) escritas em espanhol com legendas em inglês. Contrariamente ao Sam´s Club, que oferece alimentos congelados e semi-prontos, o Más Club trabalha com alimentos frescos que são cortados e preparados na frente dos clientes. As prateleiras possuem uma quantidade menor de eletroeletrônicos e utilidades domésticas, mas estão repletas de camisas de futebol de times mexicanos e espanhóis, assim como refrigerantes e doces das empresas mexicanas como Femsa e Chupaletas.

Além disso, a loja inclui um posto de saúde e uma instituição financeira que opera o serviço de dinheiro dos imigrantes para as suas famílias de origem.

Vale lembrar que a inflexão para o mercado latino não é exclusividade do Wal-Mart. Cadeias de varejo locais como Publix Super Markets e H.E. Butt Grocery também fizeram esse movimento, assim como a rede Dixie Stores que opera cerca de 500 lojas no sudeste americano.
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: