Início > CD, Heavy Metal, Música, Rock > DICA DE CD – HALFORD: "Crucible"

DICA DE CD – HALFORD: "Crucible"

Ando escrevendo muito pouco sobre música, e estou ficando bastante incomodado com isso. Culpa do trabalho excessivo e dos meus interesses profissionais, que acabam tomando conta da minha escrita e reflexão. No entanto, amanhã não trabalharei – é nessas horas que é bom ser funcionário público -, e aproveito a oportunidade para saldar um pouco essa dívida – e, é claro, com a ajuda do meu inseparável player de MP3 a todo o volume em meus ouvidos…

Rob Halford é um ícone do heavy metal. Pergunte a qualquer headbanger, metalhead ou até mesmo um moleque destes mais novos que gosta de Korn e Slipknot quem é a “cara do metal”, e a resposta será unânime: Rob Halford! The Metal God!
Halford, mais conhecido pela alcunha de “Metal God“, é A VOZ do Judas Priest. O Priest é a consagrada banda britânica que, junto com outro “dinossauro” como o Motorhead, pegou as guitarras distorcidas do Led Zeppelin e do Deep Purple e elevou à enésima potência, mesclando com o peso e a escuridão do Black Sabbath, dando origem a esse gênero musical que faz a cabeça desse Escriba que vos fala, que é o heavy metal.
O Judas Priest, a banda do vocalista e da dupla imbatível dos guitarristas Glenn Tipton e K.K. Downing, produziu discos antológicos como Stained Glass (1978), Killing Machine (1978), British Steel (1980), Screaming For Vengeance (1982), Defenders of the Faith (1984), e o pesadíssimo Painkiller (1990) – esse último, um dos meus prediletos…
Recentemente, Halford voltou ao Judas Priest após um intervalo de 12 anos (de 1992 a 2004), e o grupo lançou um álbum duplo conceitual – Nostradamus, de 2008, cuja turnê passou no Brasil no ano passado.
Quando saiu do Priest, Halford iniciou uma carreira solo em projetos como o Fight, 2wo (um projeto industrial produzido por ninguém menos que Trent Reznor, a força-motriz por trás do Nine Inch Nails) e, o mais bem-sucedido de todos, o pesadíssimo – e quase thrashHalford. O debut da banda – Resurrection (de 2000) – foi seguido por um antológica apresentação no Rock In Rio III em 2001 (eu estava lá, e foi memorável!), dando origem mais tarde a um disco ao vivo – Live Insurrection (de 2001) – e um DVD ao vivo – Live at Rock In Rio III (de 2008) -, que deveria ser obrigatório para todo o camarada que fizesse sua iniciação no mundo do rock pesado. É peso, atitude e violência sonora combinadas na medida certa!
Crucible (de 2002), é o segundo disco da banda, que envereda pelo mesmo caminho do primeiro – só que more faster, louder and thrashier. O uso generoso do pedal duplo – graças ao “animalesco” baterista Bobby Jarzombeck -, a dupla velocíssima de guitarras com afinação “lá em baixo” – culpa do Sepultura e do Korn – de Patrick Lachman e Mike Chalsciak são o contraponto perfeito para a voz em falsete – a marca registrada – do cantor. Em suma, Crucible é um clássico do metal contemporâneo.
Todo o disco é excelente, mas é impossível ficar parado ao som de músicas como Betrayal, Handing Out Bullets, Hearts of Darkness, Golgotha e Wrath of God. É pau puro na orelha, sem parar, por quase uma hora! Melhor, impossível…
O mais legal de Crucible é que o vocalista mescla composições do metal clássico – lentas, marcadas e pesadas – com peças que chegam à beira do thrash metal, em consonância com bandas de sucesso no início do novo milênio como Metallica, Anthrax, Sepultura e até mesmo Slayer. Não é à toa que o próprio Halford, em recente entrevista, disse que gostaria de gravar um disco só de black metal, à la bandas escandinavas como Bathory e Emperor. Vade retro, Satanás!
Desculpem, mas preciso interromper a escrita desse post. É que o disco acabou, e preciso colocá-lo para tocar novamente. Coisas de um metalhead contumaz como eu…
Anúncios
Categorias:CD, Heavy Metal, Música, Rock
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: