MAIS DADOS DA CLASSE C

Alguns leitores já devem estar cansados quando aparecem postagens sobre a classe C. Atual “queridinha” da mídia, foco dos programas governamentais e target das empresas de bens de consumo no mundo todo, multiplicam-se em escala exponencial as pesquisas de mercado que buscam rastrear as necessidades e os desejos desse segmento de consumidores.
Semana passada, a agência de publicidade McCann Erickson divulgou um novo estudo sobre essa “suculenta” fatia de mercado, cuja faixa de renda familiar situa-se entre R$ 1.000 e R$ 2.000. O estudo foi feito a partir da aplicação de mil questionários levantados nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre e Goiânia, com consumidores entre 20 a 65 anos, metade mulheres, metade homens.

Alguns dados interessantes do estudo são os seguintes: 47% dos entrevistados se consideram pertencentes à “classe média baixa”, apenas 38% têm o hábito de poupar (a grande maioria dos que poupam são de pessoas mais velhas), cerca de 30% possuem conta corrente em banco e 82% dos entrevistados afirma que o seu principal projeto de vida é a estabilidade econômica. Outros sonhos também presentes são trocar o mobiliário da casa, viagens com a família, custear o ensino superior dos filhos, além da compra de automóvel.

Ou seja: a classe C tem uma tremenda vontade de consumir sem preocupações, poupa pouco e deseja ardentemente a estabilidade econômica, apesar de estarem endividados. Retratos de um Brasil que, apesar dos pesares, cresce a olhos vistos…
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: