Início > Brasil, Política, Recife, Religião > LAMENTÁVEL!

LAMENTÁVEL!

No mínimo infeliz – para não dizer outra coisa – a declaração do arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, a respeito do caso da menina de 9 anos que foi estuprada e engravidada pelo padrasto. Por correr grave risco de vida, a menina teve o aborto autorizado pelas autoridades competentes, e por consequência toda a equipe médica foi excomungada pela referida autoridade eclesiástica. Só falta agora ressuscitar o infame inquisidor Torquemada, os autos de fé e as “fogueirinhas” em praça pública, para completar o quadro…

O mais interessante, no entanto, foi a declaração “joselítica” do arcebispo, afirmando que o aborto é um evento muito mais grave, aos olhos da doutrina católica, do que o estupro de uma menor de idade – uma criança, diga-se de passagem! – por parte do infeliz do tal do padrasto.
A título de esclarecimento, esses crimes de padrastos abusando sexualmente de enteadas são muito mais comuns e frequentes no Brasil do que vocês podem imaginar. Façam um teste: conversem com profissionais da área de saúde e de assistência social; garanto que vocês irão se surpreender com a grande incidência desses casos…
Voltando a declaração do tal arcebispo, tirante o anacronismo da medida – garanto que a equipe deve estar tendo “rugas de preocupação” quanto à pena de excomunhão -, essa frase é lapidar, canônica, certamente à altura de outra declaraçao também brilhante de outra personalidade famosa, o ex-governador de São Paulo Paulo Maluf, que proferiu a seguinte pérola por ocasião do aumento da criminalidade em seu estado: “estupra, mas não mata!”…
Vale lembrar que esse arcebispo, por fazer parte da linha conservadora do clero brasileiro, desconstruiu todo o trabalho do seu antecessor, o combativo e engajado cardeal Dom Helder Câmara, uma das lideranças mais destacadas da Igreja Católica nos momentos mais tristes do período ditatorial, em defesa dos direitos humanos e da denúncia dos casos de tortura.
Depois, não adianta fazer pesquisas , reuniões e sínodos para compreender o progressivo esvaziamento do catolicismo no Brasil, e a consequente migração dos fiéis para as igrejas evangélicas e neopentecostais – algumas delas muito mais liberais no que diz respeito a estas questões. Basta prestar atenção nas declarações dos nossos prelados…
Em tempo: para quem quer ter uma idéia da crueldade da Inqusição espanhola, recomendo fortemente o filme As Sombras de Goya, o último filme do diretor Milos Forman.
Quem sabe um curso de relações públicas para o clero brasileiro? Não iria ser nada mal, para evitar essas pataquadas!
Francamente! O nosso arcebispo perdeu uma excelente chance de silenciar-se. Pois, como diria o ditado popular, quem fala o que quer acaba ouvindo o que não quer…
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: