Início > IBGE, Pesquisa de Mercado, TI > >NOVIDADES PARA O CENSO 2010

>NOVIDADES PARA O CENSO 2010

>

A 12a. edição do Censo Nacional, realizada pelo IBGE, ocorrerá em 2010 com uma série de modificações, segundo informações divulgadas pelo próprio instituto. A principal delas – e já não era sem tempo – é o uso intensivo de ferramentas de TI para lidar com a imensa massa de dados que será coletada pelos recenseadores. Isso foi tema de uma matéria publicada na edição dessa sexta-feira do jornal Valor Econômico.

Dada a importância e a abrangência desse tipo de levantamento para o nosso país – por se tornar uma base confiável e atualizada para um conjunto amplo de ações que serão tomadas tanto na esfera pública quanto na iniciativa privada -, o projeto está assumindo ares de modernidade tecnológica. Tudo isto em função da aquisição prevista de aproximadamente 150 mil netbooks – não confundir com os notebooks, maiores e mais potentes , a ser definida em edital prestes a ser publicado. Os equipamentos serão utilizados na coleta de dados a ser realizada pelos recenseadores do órgão, que está prevista para começar em agosto de 2010.

Os netbooks irão reforçar a “tropa” de mais de 82 mil PDAs, que o IBGE já utiliza desde 2007 por ocasião das pesquisas de contagem de população e do censo agropecuário. Só para se ter uma idéia da eficiência outorgada ao projeto, antes da adoção dos PDAs o tempo de processamento e análise inicial de dados era de, aproximadamente, quatro meses. Agora, algumas informações, tabelas e imagens serão geradas e disponibilizadas ao público, pesquisadores e órgãos de imprensa quase que instantaneamente.

Além disso, o instituto está investindo pesado na construção de uma infra-estrutura condizente com a magnitude do trabalho. Serão montadas cerca de 7 mil agências informatizadas, que serão responsáveis pela recepção e envio dos dados primários que serão coletados – cada qual dotada de um micro, uma impressora e uma conexão de internet de banda larga. Por outro lado, um novo centro de dados está sendo construído na base do IBGE, na cidade do Rio de Janeiro, com a aquisição de mais 40 servidores, o que aumentará a capacidade de armazenamento de dados de 8 para 20 terabytes. Haja músculo!

Para se ter uma idéia do tamanho da empreitada, o orçamento total do Censo 2010 é estimado em R$ 1,4 bilhão – sendo que 67% desses recursos estão vinculados somente à gastos de pessoal. Segundo o IBGE, ao todo 240 mil profissionais estarão envolvidos no projeto, e que deverão visitar aproximadamente 58 milhões de domicílios dispostos em 5.564 municípios brasileiros. Estão previstos, no treinamento desse pessoal, o uso de ferramentas de Educação à Distância (EaD) e ensino pela web.

É a tecnologia a serviço de uma causa nobre, a saber, a confecção de uma radiografia detalhada do nosso país. Mais do que nunca, gestores de políticas públicas, pesquisadores e professores universitários, além de profissionais de marketing e executivos da iniciativa privada necessitam de dados cada vez mais acurados e detalhados sobre a evolução dos principais indicadores da sociedade brasileira.

É uma prova de que, quando se quer, os órgãos públicos podem ser tão eficientes quanto às empresas privadas.
Anúncios
Categorias:IBGE, Pesquisa de Mercado, TI
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: