>O ÓBVIO ULULANTE

>

O quiproquó da semana foi, obviamente, a entrevista dada pelo senador pernambucano Jarbas Vasconcelos, do PMDB, às páginas amarelas da Revista Veja. Eleito por duas vezes governador de seu Estado, o senador é um dos políticos brasileiros mais experientes na atualidade. Com 43 anos dedicados à vida pública, foi um dos fundadores do MDB – núcleo oposicionista ao regime militar nos anos 1960 e 1970, e que posteriormente foi a célula-mater do atual PMDB. Logo, é o típico caso do criador falando de sua criatura…

Apesar de toda a celeuma, o senador nada mais discorre sobre o que o grande Nélson Rodrigues outrora denominava de “o óbvio ululante”. Uma perguta insidiosa: vocês sabiam da grande maioria dos fatos listados pelo políticona entrevista? Eu não…

Para auxiliar os meus queridos leitores, cito a seguir alguns trechos da comentadíssima entrevista. Tirem as suas próprias conclusões. Mas, vou logo avisando: ninguém no país tinha até então a menor ideía do que estava ocorrendo em nossa vida política…

(sobre o senador José Sarney):

“(…) A eleição de Sarney foi um processo tortuoso e constrangedor. (…) De repente, Sarney apareceu como candidato, sem nenhum compromisso ético, sem nenhuma preocupação com o Senado, e se reelegeu. A moralização e a renovação são incompatíveis com a figura do senador”.

“(…) que importa é que ele não vai mudar a estrutura política nem contribuir para reconstruir uma imagem positiva da Casa. Sarney vai transformar o Senado em um grande Maranhão”.

(sobre o Senado da República):

“(…) O nível dos debates aqui é inversamente proporcional à preocupação com benesses. É frustrante”.

(sobre o senador Renan Calheiros):

“(…) Ele não tem nenhuma condição moral ou política para ser senador, quanto mais para liderar qualquer partido. Renan é o maior beneficiário desse quadro político de mediocridade em que os escândalos não incomodam mais e acabam se incorporando à paisagem”.

(sobre o PMDB):

“(…) Hoje, o PMDB é um partido sem bandeiras, sem propostas, sem um norte. É uma confederação de líderes regionais, cada um com seu interesse, sendo que mais de 90% deles praticam o clientelismo, de olho principalmente nos cargos”.

“(…) (O PMDB quer cargos) Para fazer negócios, ganhar comissões. Alguns ainda buscam prestígio político. Mas a maioria dos peemedebistas se especializou nessas coisas pelas quais os governos são denunciados: manipulação de licitações, contratações dirigidas, corrupção em geral. A corrupção está impregnada em todos os partidos. Boa parte do PMDB quer mesmo é corrupção”.

(sobre o Presidente Lula):

“(…) Com o desenrolar do primeiro mandato, dante dos sucessivos escândalos, percebi que Lula não tinha nenhum compromisso com reformas ou com ética. Também não fez reforma tributária, não completou a reforma da Previdência nem a reforma trabalhista. Então eu acho que já foram seis anos perdidos”.

“(…) O grande mérito de Lula foi não ter mexido na economia. Mas foi só. O país não tem infraestrutura, as estradas são ruins, os aeroportos acanhados, os portos estão estrangulados, o setor elétrico vem se arrastando. Um governo que deixou a ética de lado, que não fez as reformas nem fez nada pela infraestrutura agora tem como bandeira o PAC, que é um amontoado de projetos velhos reunidos em um pacote eleitoreiro. É um governo medíocre. E o mais grave é que essa mediocridade contamina vários setores do país”.

(sobre o Bolsa Família):

“(…) O Bolsa Família é o maior programa oficial de compra de votos do mundo”.

(sobre os políticos brasileiros):

“(…) A classe política hoje é totalmente medíocre. E não é só em Brasília. Prefeitos, vereadores, deputados estaduais também fazem o mais fácil, apelam para o clientelismo. Na política brasileira de hoje, em vez de se construir uma estrada, apela-se para o atalho. É mais fácil”.
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: