Arquivo

Archive for dezembro \31\UTC 2008

>FELIZ 2009!!!!

>

Apesar dos últimos posts não terem sido muito agradáveis, mais uma vez esse Escriba que vos fala se despede de 2008 agradecendo a todos os meus colegas, alunos, leitores fiéis e eventuais, pela audiência e atenção para com o que eu postei ao longo desse ano.

Vale sempre lembrar que o PRAGMA foi criado em 2007 como um meio de estreitar a relação com os meus alunos, bem como testar a receptividade às minhas idéias face a uma audiência mais ampla. Além disso, como sou um tanto o quanto disperso e indisciplinado quando o assunto é escrever (algo típico de um geminiano como eu), este site é uma ferramenta que utilizo para organizar os meus pensamentos, cobrindo uma vasta gama de assuntos que me interessam – tais como Marketing, Relações Internacionais, Comportamento do Consumidor, Educação, Política, além de amenidades como o bom e velho futebol…

Como o meu tempo é escasso e os assuntos são muitos, por vezes a atualização nem sempre é diária – o que peço a compreensão e a paciência daqueles que prestigiam este espaço. Além disso, aos poucos vou acrescentando novas funcionalidades ao blog a fim de torná-lo cada vez mais atraente aos meus leitores.

A última delas, por exemplo, é a adição de um contador de visitas (ver na barra ao lado direito) – um recurso necessário há muito tempo, para que eu possa rastrear os argonautas que navegam por aqui no PRAGMA.

Para ampliar a minha audiência, além de testar uma outra ferramenta, resolvi abrir um outro blog homônimo (http://www.josemauronunes.wordpress.com), cujo conteúdo é simplesmente o mesmo. Porém, por uma questão de lealdade e antiguidade, posto as mensagens primeiro aqui para depois importá-las para o outro site.

Sendo assim, desejo a todos os meus leitores um excelente 2009, com muita paz, saúde, harmonia, amor e prosperidade!

Que venha 2009, um ano no qual que particularmente estou apostando bastante, e certamente muitas novidades aparecerão aqui no PRAGMA!

Até lá, e espero a companhia de vocês!!!
Anúncios

FELIZ 2009!!!!

Apesar dos últimos posts não terem sido muito agradáveis, mais uma vez esse Escriba que vos fala se despede de 2008 agradecendo a todos os meus colegas, alunos, leitores fiéis e eventuais, pela audiência e atenção para com o que eu postei ao longo desse ano.

Vale sempre lembrar que o PRAGMA foi criado em 2007 como um meio de estreitar a relação com os meus alunos, bem como testar a receptividade às minhas idéias face a uma audiência mais ampla. Além disso, como sou um tanto o quanto disperso e indisciplinado quando o assunto é escrever (algo típico de um geminiano como eu), este site é uma ferramenta que utilizo para organizar os meus pensamentos, cobrindo uma vasta gama de assuntos que me interessam – tais como Marketing, Relações Internacionais, Comportamento do Consumidor, Educação, Política, além de amenidades como o bom e velho futebol…

Como o meu tempo é escasso e os assuntos são muitos, por vezes a atualização nem sempre é diária – o que peço a compreensão e a paciência daqueles que prestigiam este espaço. Além disso, aos poucos vou acrescentando novas funcionalidades ao blog a fim de torná-lo cada vez mais atraente aos meus leitores.

A última delas, por exemplo, é a adição de um contador de visitas (ver na barra ao lado direito) – um recurso necessário há muito tempo, para que eu possa rastrear os argonautas que navegam por aqui no PRAGMA.

Para ampliar a minha audiência, além de testar uma outra ferramenta, resolvi abrir um outro blog homônimo (http://www.josemauronunes.wordpress.com), cujo conteúdo é simplesmente o mesmo. Porém, por uma questão de lealdade e antiguidade, posto as mensagens primeiro aqui para depois importá-las para o outro site.

Sendo assim, desejo a todos os meus leitores um excelente 2009, com muita paz, saúde, harmonia, amor e prosperidade!

Que venha 2009, um ano no qual que particularmente estou apostando bastante, e certamente muitas novidades aparecerão aqui no PRAGMA!

Até lá, e espero a companhia de vocês!!!

FELIZ 2009!!!!

Apesar dos últimos posts não terem sido muito agradáveis, mais uma vez esse Escriba que vos fala se despede de 2008 agradecendo a todos os meus colegas, alunos, leitores fiéis e eventuais, pela audiência e atenção para com o que eu postei ao longo desse ano.
Vale sempre lembrar que o PRAGMA foi criado em 2007 como um meio de estreitar a relação com os meus alunos, bem como testar a receptividade às minhas idéias face a uma audiência mais ampla. Além disso, como sou um tanto o quanto disperso e indisciplinado quando o assunto é escrever (algo típico de um geminiano como eu), este site é uma ferramenta que utilizo para organizar os meus pensamentos, cobrindo uma vasta gama de assuntos que me interessam – tais como Marketing, Relações Internacionais, Comportamento do Consumidor, Educação, Política, além de amenidades como o bom e velho futebol…
Como o meu tempo é escasso e os assuntos são muitos, por vezes a atualização nem sempre é diária – o que peço a compreensão e a paciência daqueles que prestigiam este espaço. Além disso, aos poucos vou acrescentando novas funcionalidades ao blog a fim de torná-lo cada vez mais atraente aos meus leitores.
Sendo assim, desejo a todos os meus leitores um excelente 2009, com muita paz, saúde, harmonia, amor e prosperidade!
Que venha 2009, um ano no qual que particularmente estou apostando bastante, e certamente muitas novidades aparecerão aqui no PRAGMA!
Até lá, e espero a companhia de vocês!!!

>OS BOMBARDEIOS EM GAZA (4): VALE A PENA LER…

>

A série de artigos do jornalista britânico Robert Fisk, publicados desde o início desses acontecimentos no periódico The Independent.

Fisk, autor de diversos livro e inúmeras reportagens, é considerado um dos maiores especialistas sobre o Oriente Médio na atualidade. Suas opiniões, sempre polêmicas e antagônicas ao pensamento médio da mídia ocidental, é um crítico ácido da política externa dos países ocidentais – leia-se, EUA, União Européia e Israel – na região.

Nestes artigos, mais uma vez o articulista recorre à história do movimento palestino para entender a origem do contingente populacional que atualmente vive na Faixa de Gaza, além de demarcar a linha divisória entre os dois maiores grupos islâmicos opositores à Israel na região: o palestino (e sunita) Hamas e o libanês (e xiita) Hezbollah.

É para ler, e refletir…

OS BOMBARDEIOS EM GAZA (4): VALE A PENA LER…

A série de artigos do jornalista britânico Robert Fisk, publicados desde o início desses acontecimentos no periódico The Independent.

Fisk, autor de diversos livro e inúmeras reportagens, é considerado um dos maiores especialistas sobre o Oriente Médio na atualidade. Suas opiniões, sempre polêmicas e antagônicas ao pensamento médio da mídia ocidental, é um crítico ácido da política externa dos países ocidentais – leia-se, EUA, União Européia e Israel – na região.

Nestes artigos, mais uma vez o articulista recorre à história do movimento palestino para entender a origem do contingente populacional que atualmente vive na Faixa de Gaza, além de demarcar a linha divisória entre os dois maiores grupos islâmicos opositores à Israel na região: o palestino (e sunita) Hamas e o libanês (e xiita) Hezbollah.

É para ler, e refletir…

OS BOMBARDEIOS EM GAZA (4): VALE A PENA LER…

A série de artigos do jornalista britânico Robert Fisk, publicados desde o início desses acontecimentos no periódico The Independent.

Fisk, autor de diversos livro e inúmeras reportagens, é considerado um dos maiores especialistas sobre o Oriente Médio na atualidade. Suas opiniões, sempre polêmicas e antagônicas ao pensamento médio da mídia ocidental, é um crítico ácido da política externa dos países ocidentais – leia-se, EUA, União Européia e Israel – na região.

Nestes artigos, mais uma vez o articulista recorre à história do movimento palestino para entender a origem do contingente populacional que atualmente vive na Faixa de Gaza, além de demarcar a linha divisória entre os dois maiores grupos islâmicos opositores à Israel na região: o palestino (e sunita) Hamas e o libanês (e xiita) Hezbollah.

É para ler, e refletir…

>MORRE O TEÓRICO DO "CHOQUE DE CIVILIZAÇÕES"

>

Aproveitando o surto de coincidências, morreu nesta última quarta-feira o cientista político norte-americano Samuel P. Huntington. O autor assombrou o mundo ao lançar, em 1996, um polêmico livro intitulado “O Choque de Civilizações e a Reorganização da Ordem Mundial”, propondo que os conflitos internacionais pós-Guerra Fria não seriam mais entre estados organizados e seus interesses, mas sim envolvendo questões religiosas e culturais entre as grandes civilizações.

Para Huntington, essas grandes civilizações seriam o Ocidente (Europa e Estados Unidos), a América Latina, o Islã, os Africanos, os Ortodoxos (a Rússia dentre eles), os Hindus, os Sinos (China, Coréia e Vietnã) e o Japão.

Muito popular após os atentados de 11 de setembro de 2001, tendo em vista que os seus pontos de vista foram adotados pelos falcões e neoconservadores que povoaram o governo W. Bush, as teses de Huntington foram perdendo força com o surgimento de novas abordagens sobre o funcionamento do sistema internacional, cujo eixo condutor gira em torno de conceitos como multipolaridade e mundo pós-americano – os seus maiores representantes são Fareed Zakaria (O Mundo Pós-Americano) e Parag Khanna (The Second World).

Nos últimos anos, o autor vinha discutindo seriamente a questão da perda da identidade americana com a “invasão” dos imigrantes latinos, tema central de seu último livro intitulado Who Are We? – The Challenges to America’s National Identity, publicado em 2004.

Samuel Phillips Huntington nasceu em 18 de abril de 1927 em Nova York, e veio a falecer em 24 de dezembro de 2008, aos 81 anos, em sua casa em Massachussetts.