Início > Brasil, Educação, Ensino Superior, Jovens, Pesquisa de Mercado > COMO É O NOSSO ALUNO UNIVERSITÁRIO DE ELITE?

COMO É O NOSSO ALUNO UNIVERSITÁRIO DE ELITE?

Como será a nossa Tropa de Elite da Educação Superior Brasileira?

Após a rodada de publicações sobre o estado da arte do Ensino Superior em nosso país, feita recentemente pelo Inep/MEC (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), todo o tipo de cruzamento de dados pode a partir daí ser ensejado, o que pode ajudar a elucidação de algumas características sobre os nossos alunos. Uma delas foi feita a pedido do periódico O Estado de S. Paulo, e visa compreender um pouco mais o perfil do aluno matriculado nas chamadas instituições de ponta do ensino superior brasileiro.

Os dados que embasaram tal cruzamento foram retirados do Índice Geral de Cursos (IGC), indicador oficial divulgado pelo MEC no início do mês de setembro. O IGC envolveu a avaliação dos cursos de graduação e de pós-graduação de todo o país, e apenas 21 instituições de ensino superior obtiveram o grau máximo (nota 5).

Para entender melhor o perfil do nosso aluno de “ponta”, partiu-se de uma amostra com 17 das 21 melhores universidades segundo o ranking nacional*. Dessas, 10 são paulistas e 8 são instituições públicas – todas elas federais. São consideradas a “nata das natas”, o “creme de la creme” da universidade no Brasil…

Os dados são reveladores do perfil social de nosso aluno “top de linha”. Por exemplo, 53% não trabalham e são sustentados pela família, enquanto que 27% trabalham e recebem ajuda da família, 8% ou trabalham e se sustentam ou trabalham e contribuem para o sustento da família, contra apenas 3% que trabalham e são o principal responsável pelo sustento da família. Apesar do crescente ingresso das classes econômicas menos favorecidas nas instituições de ensino superior, graças a adoção de políticas compensatórias (cotas raciais) ou programas públicos de financiamento (como, por exemplo, o ProUni), a maioria esmagadora do contingente discente em nossas instituições de ponta ainda é oriundo de classes econômicas mais abastadas e em melhor situação social.

Além disso, 75% (a maioria esmagadora) mora com os pais, enquanto que 11% mora com os amigos, 5% ou com o cônjuge e/ou filhos ou sozinho, e apenas 3% residem em alojamentos universitários. Também, outro dado interessante é que a imensa maioria (72%) está matriculada em cursos superiores diurnos, contra 19% matriculada no turno noturo – é o velho truísmo, escamoteado pelos profissionais de educação em prol da linguagem “politicamente correta”, mas abertamente falada nas “rodas de professores”, de que o aluno da manhã apresenta um rendimento bem maior do que o aluno matriculado em cursos noturnos, posto que já vem desgastado da rotina estafante durante o dia inteiro para encarar uma rotina maçante ainda maior na sala de aula…

Em termos de renda, também o óbvio ocorre: 39% dos alunos apresentam uma renda média mensal entre 3 a 10 salários minimos, contra 25% entre 10 a 20% s.m., 14% com até 3 s.m., 13% entre 20 a 30 s.m., e 9% se situa no patamar – exclusivíssimo – acima de 30 s.m. A grande maioria cursou escolas privadas (57%), contra 33% oriundos de escolas públicas. Conclusão: mesmo que a ascensão da classe C seja conversa corriqueira entre marqueteiros e pesquisadores sociais, educação superior de boa qualidade – seja ela pública ou privada – é coisa de rico e privilegiado em nosso país. Por isso, temos muito a fazer ainda…

__________________________________________________

Instituições pesquisadas: FGV (RJ e SP), Ibemec (RJ e SP), Facamp (SP), Unifesp (SP), UFMG (MG), Famaerp (SP), UFTM (MG), UFV (MG), UFCSPA (RS), FSB (SP), ISEVC (SP), FOSML (SP), Isei (RS), FAJE (MG) e EGPPNC (MG).
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: