Arquivo

Archive for dezembro \31\UTC 2007

>FELIZ 2008!!!

>

O PRAGMA começou em maio desse ano, meio como uma brincadeira, meio como uma experimentação. Brincadeira no sentido de que eu sempre quis ter um espaço onde eu pudesse colocar as minhas idéias de maneira mais livre e solta, sem a formalidade e os cuidados que são exigidos em minha profissão.

Por outro lado, a experimentação reside no fato de que, há muito tempo, esse Escriba vem acalentando a idéia de ter um relacionamento mais estreito com os meus leitores, alunos e amigos, que não apenas os travados nos usuais espaços – a sala de aula, por exemplo. Com isso, eu almejava atingir especificamente os meus alunos de outras cidades do país, que reclamavam de encontros esporádicos sem a profundidade que é exigida em um curso mais longo.

Hoje, após sete meses na internet (?!?!), o PRAGMA é uma adorável surpresa para mim. Descobri que o blog pode ser uma ferramenta de expressão dos meus diferentes interesses – fruto, certamente, de um transtorno de atenção não-diagnosticado (rsrsrsrsrs) -, e as minhas idéias sobre marketing, comportamento do consumidor, educação, música, política, cinema, relações internacionais e outros tantos assuntos puderam ser veiculadas de maneira mais fluida e descompromissada – sem, no entanto, perder a seriedade que é a marca do trabalho desse Escriba…

O PRAGMA é obra não apenas desse Escriba que vos fala quase que diariamente, mas também dos meus obsequiosos e abnegados leitores, além de alguns colaboradores mais próximos que me informam sobre temas, questões e amenidades que mereçam ser abordadas nesse espaço. A todos vocês, o meu muito obrigado!

Sendo assim, desejo a todos os meus leitores um Feliz 2008 para vocês, extensivo aos seus familiares e amigos. Que possamos trabalhar cada vez mais para um Brasil e um mundo cada vez melhores, onde o entendimento e a paz entre os homens possa superar a sordidez dos interesses particulares e o ódio que graça nas mais variadas esferas de nossa civilização.

Como digo sempre nas minhas aulas e palestras: eu sou um cartesiano, pois acredito profundamente que o conhecimento liberta o homem das trevas da ignorância e da intolerância! Portanto, é mister que o pratiquemos cada vez mais, e de maneira consistente!

Muita saúde, paz, sucesso, luz, amor e felicidades para todos!!!

Grande abraço, e até o ano que vem…

José Mauro G. Nunes
Anúncios

FELIZ 2008!!!

O PRAGMA começou em maio desse ano, meio como uma brincadeira, meio como uma experimentação. Brincadeira no sentido de que eu sempre quis ter um espaço onde eu pudesse colocar as minhas idéias de maneira mais livre e solta, sem a formalidade e os cuidados que são exigidos em minha profissão.

Por outro lado, a experimentação reside no fato de que, há muito tempo, esse Escriba vem acalentando a idéia de ter um relacionamento mais estreito com os meus leitores, alunos e amigos, que não apenas os travados nos usuais espaços – a sala de aula, por exemplo. Com isso, eu almejava atingir especificamente os meus alunos de outras cidades do país, que reclamavam de encontros esporádicos sem a profundidade que é exigida em um curso mais longo.

Hoje, após sete meses na internet (?!?!), o PRAGMA é uma adorável surpresa para mim. Descobri que o blog pode ser uma ferramenta de expressão dos meus diferentes interesses – fruto, certamente, de um transtorno de atenção não-diagnosticado (rsrsrsrsrs) -, e as minhas idéias sobre marketing, comportamento do consumidor, educação, música, política, cinema, relações internacionais e outros tantos assuntos puderam ser veiculadas de maneira mais fluida e descompromissada – sem, no entanto, perder a seriedade que é a marca do trabalho desse Escriba…

O PRAGMA é obra não apenas desse Escriba que vos fala quase que diariamente, mas também dos meus obsequiosos e abnegados leitores, além de alguns colaboradores mais próximos que me informam sobre temas, questões e amenidades que mereçam ser abordadas nesse espaço. A todos vocês, o meu muito obrigado!

Sendo assim, desejo a todos os meus leitores um Feliz 2008 para vocês, extensivo aos seus familiares e amigos. Que possamos trabalhar cada vez mais para um Brasil e um mundo cada vez melhores, onde o entendimento e a paz entre os homens possa superar a sordidez dos interesses particulares e o ódio que graça nas mais variadas esferas de nossa civilização.

Como digo sempre nas minhas aulas e palestras: eu sou um cartesiano, pois acredito profundamente que o conhecimento liberta o homem das trevas da ignorância e da intolerância! Portanto, é mister que o pratiquemos cada vez mais, e de maneira consistente!

Muita saúde, paz, sucesso, luz, amor e felicidades para todos!!!

Grande abraço, e até o ano que vem…

José Mauro G. Nunes

FELIZ 2008!!!

O PRAGMA começou em maio desse ano, meio como uma brincadeira, meio como uma experimentação. Brincadeira no sentido de que eu sempre quis ter um espaço onde eu pudesse colocar as minhas idéias de maneira mais livre e solta, sem a formalidade e os cuidados que são exigidos em minha profissão.

Por outro lado, a experimentação reside no fato de que, há muito tempo, esse Escriba vem acalentando a idéia de ter um relacionamento mais estreito com os meus leitores, alunos e amigos, que não apenas os travados nos usuais espaços – a sala de aula, por exemplo. Com isso, eu almejava atingir especificamente os meus alunos de outras cidades do país, que reclamavam de encontros esporádicos sem a profundidade que é exigida em um curso mais longo.

Hoje, após sete meses na internet (?!?!), o PRAGMA é uma adorável surpresa para mim. Descobri que o blog pode ser uma ferramenta de expressão dos meus diferentes interesses – fruto, certamente, de um transtorno de atenção não-diagnosticado (rsrsrsrsrs) -, e as minhas idéias sobre marketing, comportamento do consumidor, educação, música, política, cinema, relações internacionais e outros tantos assuntos puderam ser veiculadas de maneira mais fluida e descompromissada – sem, no entanto, perder a seriedade que é a marca do trabalho desse Escriba…

O PRAGMA é obra não apenas desse Escriba que vos fala quase que diariamente, mas também dos meus obsequiosos e abnegados leitores, além de alguns colaboradores mais próximos que me informam sobre temas, questões e amenidades que mereçam ser abordadas nesse espaço. A todos vocês, o meu muito obrigado!

Sendo assim, desejo a todos os meus leitores um Feliz 2008 para vocês, extensivo aos seus familiares e amigos. Que possamos trabalhar cada vez mais para um Brasil e um mundo cada vez melhores, onde o entendimento e a paz entre os homens possa superar a sordidez dos interesses particulares e o ódio que graça nas mais variadas esferas de nossa civilização.

Como digo sempre nas minhas aulas e palestras: eu sou um cartesiano, pois acredito profundamente que o conhecimento liberta o homem das trevas da ignorância e da intolerância! Portanto, é mister que o pratiquemos cada vez mais, e de maneira consistente!

Muita saúde, paz, sucesso, luz, amor e felicidades para todos!!!

Grande abraço, e até o ano que vem…

José Mauro G. Nunes

>E O "PAU QUEBROU" NA IGREJA DA NATIVIDADE…

>

Jingle bell, Jingle bell… O Natal deveria despertar os sentimentos mais elevados nas pessoas. Afinal, é um tempo dedicado à profunda reflexão, à auto-análise, ao perdão dos nossos erros e os dos nossos semelhantes… No entanto, parece que nem mesmos os mais religiosos estão com um espírito “natalino” – digamos assim – tão elevado…

Na última quinta-feira, dia 27 de dezembro, o “pau quebrou” dentro da Igreja da Natividade, situada na cidade de Belém, na Cisjordânia. A “batalha” envolvendo padres e diáconos aconteceu durante o ritual de limpeza que antecede os festejos do Natal das Igrejas Orientais (dentre as quais, os cristãos ortodoxos e os armênios), que é celebrado na primeira semana de janeiro – duas semanas após os festejos da Igreja Ocidental.

A Igreja da Natividade é administrada conjuntamente pelas autoridades apostólicas das três Igrejas – apostólica romana, armênia e grego ortodoxa -, e o seu espaço interno é dividido entre as três comunidades confessionais em nichos específicos e bem delimitados. Contrariamente ao que se imagina, a convivência entre as comunidades é bastante tensa, e qualquer tentativa de “invasão” do domínio de um grupo por outro gera fortes reações.
Os relatos de agências internacionais de notícias afirmam que o tumulto começou quando um grupo de ortodoxos resolveu que iria colocar uma escada no espaço dos armênios, a fim de limpar o lugar, posto que os armênios também teriam invadido o espaço destinado a comunidade ortodoxa. Isso acabou gerando uma série de tertúlias verbais de ambos os lados, que descambaram em uma “batalha” de vassouras, baldes, esfregões e pedras envolvendo, aproximadamente, 50 ortodoxos e 30 armênios. Tudo isso testemunhado, e devidamente registrado e fotografado, por fiéis, peregrinos, turistas e repórteres do mundo inteiro…
A coisa só acalmou quando a polícia palestina entrou em cena, armada de escudos e cassetetes, e resolveu conter os “brigões”. Foi feito um “cordão de isolamento”, e ambos os grupos puderam retomar – em relativa tranquilidade – a sua tarefa de limpeza do quinhão que cabe a cada comunidade no santuário.
Segundo Victor Batarseh, Prefeito de Belém, as rusgas são frequentes durante o ritual da limpeza. É comum, diz ele, que as disputas aconteçam nesse período, e algumas vezes a prefeitura foi chamada para evitar que problemas maiores pudessem acontecer – tipo o ocorrido nessa última quinta-feira.
Também, anteriormente, há registro de outros conflitos ocorridos em outros santuários cristãos administrados por diferentes igrejas. Por exemplo, na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém, – um dos locais mais sagrados para a cristandade, por ser supostamente o sítio de depósito do corpo de Jesus Cristo após a sua morte na cruz -, uma escada permanece dentro do santuário a fim de lembrar aos fiéis e padres das comunidades confessionais que ocorreram conflitos por espaço em tempos idos – além de ser um lembrete de temperança e paz entre os cristãos…
Agora, meu obsequiosos leitores, imaginem a cena: um bando de padres, diáconos e ordenanças, todos de preto, de barbas longuíssimas, entrando no “cacete” por causa de uma escada postada no lugar errado!!! Imaginem a dificuldade que é dar socos, pontapés, pernadas e “rabos de arraia” com aquele paramento todo…
No início do post, coloquei algumas fotos para vocês terem uma idéia da “batalha campal” dentro da Igreja. Voou pedra, pau, vassoura, esfregão, balde, sabão para tudo o quanto é lado!!! Parecia até briga de torcida organizada na saída do Maracanã!
Pode uma coisa dessa?!?!?!
Menos, minha gente, menos…

E O "PAU QUEBROU" NA IGREJA DA NATIVIDADE…

Jingle bell, Jingle bell… O Natal deveria despertar os sentimentos mais elevados nas pessoas. Afinal, é um tempo dedicado à profunda reflexão, à auto-análise, ao perdão dos nossos erros e os dos nossos semelhantes… No entanto, parece que nem mesmos os mais religiosos estão com um espírito “natalino” – digamos assim – tão elevado…

Na última quinta-feira, dia 27 de dezembro, o “pau quebrou” dentro da Igreja da Natividade, situada na cidade de Belém, na Cisjordânia. A “batalha” envolvendo padres e diáconos aconteceu durante o ritual de limpeza que antecede os festejos do Natal das Igrejas Orientais (dentre as quais, os cristãos ortodoxos e os armênios), que é celebrado na primeira semana de janeiro – duas semanas após os festejos da Igreja Ocidental.

A Igreja da Natividade é administrada conjuntamente pelas autoridades apostólicas das três Igrejas – apostólica romana, armênia e grego ortodoxa -, e o seu espaço interno é dividido entre as três comunidades confessionais em nichos específicos e bem delimitados. Contrariamente ao que se imagina, a convivência entre as comunidades é bastante tensa, e qualquer tentativa de “invasão” do domínio de um grupo por outro gera fortes reações.
Os relatos de agências internacionais de notícias afirmam que o tumulto começou quando um grupo de ortodoxos resolveu que iria colocar uma escada no espaço dos armênios, a fim de limpar o lugar, posto que os armênios também teriam invadido o espaço destinado a comunidade ortodoxa. Isso acabou gerando uma série de tertúlias verbais de ambos os lados, que descambaram em uma “batalha” de vassouras, baldes, esfregões e pedras envolvendo, aproximadamente, 50 ortodoxos e 30 armênios. Tudo isso testemunhado, e devidamente registrado e fotografado, por fiéis, peregrinos, turistas e repórteres do mundo inteiro…
A coisa só acalmou quando a polícia palestina entrou em cena, armada de escudos e cassetetes, e resolveu conter os “brigões”. Foi feito um “cordão de isolamento”, e ambos os grupos puderam retomar – em relativa tranquilidade – a sua tarefa de limpeza do quinhão que cabe a cada comunidade no santuário.
Segundo Victor Batarseh, Prefeito de Belém, as rusgas são frequentes durante o ritual da limpeza. É comum, diz ele, que as disputas aconteçam nesse período, e algumas vezes a prefeitura foi chamada para evitar que problemas maiores pudessem acontecer – tipo o ocorrido nessa última quinta-feira.
Também, anteriormente, há registro de outros conflitos ocorridos em outros santuários cristãos administrados por diferentes igrejas. Por exemplo, na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém, – um dos locais mais sagrados para a cristandade, por ser supostamente o sítio de depósito do corpo de Jesus Cristo após a sua morte na cruz -, uma escada permanece dentro do santuário a fim de lembrar aos fiéis e padres das comunidades confessionais que ocorreram conflitos por espaço em tempos idos – além de ser um lembrete de temperança e paz entre os cristãos…
Agora, meu obsequiosos leitores, imaginem a cena: um bando de padres, diáconos e ordenanças, todos de preto, de barbas longuíssimas, entrando no “cacete” por causa de uma escada postada no lugar errado!!! Imaginem a dificuldade que é dar socos, pontapés, pernadas e “rabos de arraia” com aquele paramento todo…
No início do post, coloquei algumas fotos para vocês terem uma idéia da “batalha campal” dentro da Igreja. Voou pedra, pau, vassoura, esfregão, balde, sabão para tudo o quanto é lado!!! Parecia até briga de torcida organizada na saída do Maracanã!
Pode uma coisa dessa?!?!?!
Menos, minha gente, menos…

E O "PAU QUEBROU" NA IGREJA DA NATIVIDADE…

Jingle bell, Jingle bell… O Natal deveria despertar os sentimentos mais elevados nas pessoas. Afinal, é um tempo dedicado à profunda reflexão, à auto-análise, ao perdão dos nossos erros e os dos nossos semelhantes… No entanto, parece que nem mesmos os mais religiosos estão com um espírito “natalino” – digamos assim – tão elevado…

Na última quinta-feira, dia 27 de dezembro, o “pau quebrou” dentro da Igreja da Natividade, situada na cidade de Belém, na Cisjordânia. A “batalha” envolvendo padres e diáconos aconteceu durante o ritual de limpeza que antecede os festejos do Natal das Igrejas Orientais (dentre as quais, os cristãos ortodoxos e os armênios), que é celebrado na primeira semana de janeiro – duas semanas após os festejos da Igreja Ocidental.

A Igreja da Natividade é administrada conjuntamente pelas autoridades apostólicas das três Igrejas – apostólica romana, armênia e grego ortodoxa -, e o seu espaço interno é dividido entre as três comunidades confessionais em nichos específicos e bem delimitados. Contrariamente ao que se imagina, a convivência entre as comunidades é bastante tensa, e qualquer tentativa de “invasão” do domínio de um grupo por outro gera fortes reações.
Os relatos de agências internacionais de notícias afirmam que o tumulto começou quando um grupo de ortodoxos resolveu que iria colocar uma escada no espaço dos armênios, a fim de limpar o lugar, posto que os armênios também teriam invadido o espaço destinado a comunidade ortodoxa. Isso acabou gerando uma série de tertúlias verbais de ambos os lados, que descambaram em uma “batalha” de vassouras, baldes, esfregões e pedras envolvendo, aproximadamente, 50 ortodoxos e 30 armênios. Tudo isso testemunhado, e devidamente registrado e fotografado, por fiéis, peregrinos, turistas e repórteres do mundo inteiro…
A coisa só acalmou quando a polícia palestina entrou em cena, armada de escudos e cassetetes, e resolveu conter os “brigões”. Foi feito um “cordão de isolamento”, e ambos os grupos puderam retomar – em relativa tranquilidade – a sua tarefa de limpeza do quinhão que cabe a cada comunidade no santuário.
Segundo Victor Batarseh, Prefeito de Belém, as rusgas são frequentes durante o ritual da limpeza. É comum, diz ele, que as disputas aconteçam nesse período, e algumas vezes a prefeitura foi chamada para evitar que problemas maiores pudessem acontecer – tipo o ocorrido nessa última quinta-feira.
Também, anteriormente, há registro de outros conflitos ocorridos em outros santuários cristãos administrados por diferentes igrejas. Por exemplo, na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém, – um dos locais mais sagrados para a cristandade, por ser supostamente o sítio de depósito do corpo de Jesus Cristo após a sua morte na cruz -, uma escada permanece dentro do santuário a fim de lembrar aos fiéis e padres das comunidades confessionais que ocorreram conflitos por espaço em tempos idos – além de ser um lembrete de temperança e paz entre os cristãos…
Agora, meu obsequiosos leitores, imaginem a cena: um bando de padres, diáconos e ordenanças, todos de preto, de barbas longuíssimas, entrando no “cacete” por causa de uma escada postada no lugar errado!!! Imaginem a dificuldade que é dar socos, pontapés, pernadas e “rabos de arraia” com aquele paramento todo…
No início do post, coloquei algumas fotos para vocês terem uma idéia da “batalha campal” dentro da Igreja. Voou pedra, pau, vassoura, esfregão, balde, sabão para tudo o quanto é lado!!! Parecia até briga de torcida organizada na saída do Maracanã!
Pode uma coisa dessa?!?!?!
Menos, minha gente, menos…

>AGORA SIM! OS LINKS CERTOS PARA AS PERFORMANCES DA RACHEL BRICE

>

Alguns amigos e leitores do PRAGMA me disseram que não estavam conseguindo acessar os vídeos da Rachel Brice, a estupenda bailarina, o grande nome home do Tribal Fusion Belly Dance.

Agora sim, links corretos, acessos garantidos! E, caríssimos leitores, sejam indulgentes com o analfabetismo tecnológico desse Escriba…

1. (http://br.youtube.com/watch?v=ryZA68xoly8)

2. (http://br.youtube.com/watch?v=keN17yEUIDo)

3. (http://br.youtube.com/watch?v=sHIVj99iSRE)

4. (http://br.youtube.com/watch?v=pHw6GX71NdM)

5. (http://br.youtube.com/watch?v=bk3Ac7W0Ffw)

Continuo esperando os comentários de vocês…