Início > Internet, Marketing, Marketing de Relacionamento, Net, Serviços, Virtua > NET/VIRTUA: A LUTA CONTINUA…

NET/VIRTUA: A LUTA CONTINUA…

Sei que gozo da indulgência dos leitores desse blog, mas mais uma vez apelo para a paciência de vocês, dada a indignação desse Escriba com a Net. Como vocês sabem, continuo a minha vida de info-excluído em pleno feriado, e os prejuízos ao meu trabalho são incalculáveis… Portanto, segue mais um capítulo da minha saga contra a picaretagem sob forma de empresa de telecomunicações chamada Net

Liguei de manhã cedo para a “pseudo” Central de Atendimento, esperando uma melhor sorte! Ledo engano, mais uma vez a empresa me passou o conto-do-vigário – aliás, algo que está se tornando rotina no meu histórico de contatos com a companhia…

Um atendente simpático me informou que tinha me encaixado para um horário na manhã. Falei: puxa vida, uma alma caridosa em meu socorro… Que nada! Deu 11:30 da manhã, e lá fui eu de novo encher o saco dos caras. Seguia minha intuição, ou melhor, o velho ditado de que é com perseverância que atingimos os nossos objetivos…

O atendente me informou que realmente só havia vaga para o dia 12/09 (a fixação com essa data, só Freud explica!). Revoltado com a má-fé, pedi para passar para o setor de cancelamento. Transferida a ligação, contei toda a lenga-lenga desde o início para mais uma atendente, e falei que estava disposto a cancelar todos os meus produtos com a empresa (tv a cabo e conexão de internet banda larga, já que o NetFone eu já tinha desligado)!

A atendente me deixou esperando por aproximadamente 20 minutos, até que retornou dizendo que, “infelizmente, o máximo que ela conseguiria fazer por mim era tentar me encaixar para a próxima segunda-feira, dia 10/09”. Ponderei que não acreditava mais na empresa dado o histórico de promessas não-cumpridas, mas recebi um sinto muito protocolar pela minha impressão…

Porém, o descalabro maior ainda estava por vir…

Solicitado o cancelamento, a mesma atendente me informou que estava agendando uma visita de desconexão para o próximo dia 19/09 – isto é, 4 dias após o vencimento da minha fatura! Disse que isso era um absurdo, pois teria de pagar mais um mês pelo serviço não prestado dada a incompetência da empresa, e recebi de volta com ironia um “infelizmente Sr., é o máximo que posso fazer”!

Nessas horas, a nossa mente é capaz de produzir hipóteses um tanto um quanto estranhas em situações normais, mas perfeitamente plausíveis quando está se lidando com a desonestidade em sua enésima potência… Será, pensei com os meus botões, que a empresa está me punindo por estar descontinuando os seus serviços – que, diga-se de passagem, são imprestavelmente prestados? Será que há alguma espécie de taxa oculta – que não atentei na hora da assinatura do contrato por estar em letras miúdas – que garante a empresa o direito de retaliar contra consumidores que pagam a fatura em dia, porém que se sentem insatisfeitos com o holocausto de mentiras deslavadas e promessas descumpridas? Uma espécie de seguro contra reclamação? Ou será isto tudo nada mais do que a constatação do dolo, da má-fé, ou até mesmo caso de polícia, de uma empresa que acha que os seus clientes são nada mais nada menos do que um bando de otários? …

Resultado: além de contactar a concorrência, decidi entrar na justiça na próxima semana a fim de garantir o meu direito de buscar reparações contra os danos que venho sofrendo em minha atividade produtiva, pois dependo da internet para desempenhá-lo de maneira satisfatória. Meus clientes não são tolerantes quanto eu tenho de ser (diga-se, contra à minha vontade!), e muito menos entendem as razões obtusas da Net em só me atender uma semana depois do erro operacional – desinstalar uma conexão que funciona, e instalar uma conexão que não funciona, ainda por cima cobrando por isso,como se o serviço estivesse sendo prestado normalmente! Enquanto isso, que eu vá para o inferno! Problema é meu se agora me encontro em lan houses, longe dos meus papéis e de meus arquivos, tentando minimamente trabalhar, mesmo que em condições precárias…

Última tentativa: acabei de mandar um e-mail para a Ouvidoria da empresa, relatando todo o ocorrido desde o início… Vamos ver se agora funciona, ou se a Ouvidoria é apenas mais um dos embustes desta empresa, que já se tornou um case de excelência negativa em atendimento ao cliente e marketing de relacionamento.

De uma coisa, pelo menos, alguém não pode reclamar: os meus alunos, que serão brindados com um case e tanto! Haja incompetência…

Enquanto isso, a luta continua meus leitores! Aguardem novos desdobramentos…
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: