Início > Cinema, Dança, Música > SESSÃO DE CINEMA – "IBERIA"

SESSÃO DE CINEMA – "IBERIA"

Engraçada a minha relação com a dança… Ela é bastante paradoxal… Por um lado, não sei dançar absolutamente coisa alguma, sou um verdadeiro analfabeto funcional quando se trata de expressão corporal. Definitivamente, devo achar que o meu corpo está resumido ao meu cérebro, tamanha a minha inabilidade nesta seara!

Por outro lado, sou absolutamente vidrado por espetáculos de dança! Acho extremamente belos estes espetáculos, em especial os que se inspiram em tradições culturais e registros étnicos. Danças árabe, indiana e espanhola fazem parte do meu universo de fantasias. Mulheres com véus, solos de derbake, guitarras espanholas, espadas, candelabros, a dança dramatizada da cultura indiana… tudo isto para mim é a expressão mais clara do que há de mais exótico, vibrante e pulsante no imaginário coletivo de um povo e de uma cultura! Afinal, sou brasileiro, e o que mais poderia se esperar de alguém criado no ritmo do samba (mesmo sendo doente do pé)???

A fusão entre as culturas ibérica (espanhola e portuguesa) e árabe é uma das coisas mais ricas que vejo na história da humanidade. Não conheço a Espanha e nenhum dos países árabes que gostaria (Líbano, Egito e Marrocos, por exemplo), mas confesso que é um dos meus sonhos de consumo realizar uma viagem que procure rastrear os pontos de contato entre o Ocidente e o Oriente.

Sevilha, Cairo, Córdoba, Beirute, Lisboa, Casablanca, Alhambra, Cádiz, Rabat, Trípoli, Granada… e meus sonhos se abrem como véus que flanam pelo ar, ao som de guitarras, gritos de olé e derbakes, bater de palmas e batidas no tablado, acompanhados de chá e especiarias, se dissipando em nuvens de tabaco provenientes de narguilles dos mais variados tipos, cores e contornos…

Vi Iberia, último filme do aclamado e respetadíssimo diretor espanhol Carlos Saura – autor de obras-primas como Cria Cuervos (1976), Bodas de Sangue (1981) e Amor Bruxo (1986). O mote da película se dá a partir da filmagem de um espetáculo de dança baseado nas músicas do compositor espanhol Isaac Albéniz, cuja obra procura transpor a riqueza do folclore deste país para o formato da música clássica.

O filme é uma maravilha, é um bálsamo para os olhos e ouvidos. Para quem gosta da fusão entre essas culturas, o DVD é imperdível. O flamenco, a música clássica, a dança contemporânea e o balé clássico se entrecruzam e se interpenetram, produzindo uma imagem bastante interessante e única do mosaico que é a cultura deste país.
Os bailairinos são espetaculares, posto que muitos deles são grandes nomes da dança espanhola e contemporânea como Sara Baras, Antonio Canales, Marta Carrasco, dentre outros. A fotografia é quente, intensa e forte, retratando com a devida propriedade uma cultura vibrante e pujante como essa. Além disto, as cenas são divididas por composições, cada uma delas com coreografias que evocam diferentes regiões da Espanha, com suas tradições e histórias particulares. Uma maravilha, inesquecível, de uma beleza indizível…

Aliás, o diretor iniciou a filmagem de seu mais novo projeto, intitulado Fado, que traz a fusão entre as culturas brasileira, portuguesa e africana. Para ele, é o fechamento de uma tetralogia cênica que inclui os filmes Flamenco (1995), Tango (1998) e o próprio Iberia (2005). Este filme promete, e o escriba que vos entretém pretende vê-lo quando de seu lançamento.

Agora, meus leitores, lhes peço licença para que eu possa voltar a devanear as minhas mulheres de véus, os narguilles rodopiantes e os aromas divinos de especiarias, que povoam a caravana dos meus sonhos…
Anúncios
Categorias:Cinema, Dança, Música
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: