NOKIA INVESTE EM DESIGN

Voltei, voltei, voltei! Depois de três dias sem internet (graças a porcaria do Net/Virtua), consegui me reconectar ao mundo virtual! Nesses dias que fiquei sem conexão, me senti um verdadeiro “info-excluído”, o que me faz refletir sobre a importância crescente das TICs nas mais diferentes esferas da atividade humana (trabalho, lazer, pesquisa…), e como estamos nos tornando violentamente dependentes da internet e do ciberespaço…

Vai ver que o meu computador ficou emocionado com a conquista da Copa do Brasil pelo Fluminense! Também, há anos que o tricolor não ganha absolutamente nada, que até a minha internet parou para assistir este feito hercúleo!!! Vai entender a tecnologia…

De qualquer maneira, parabéns ao Fluzão! Meu pai deve estar feliz da vida lá em cima…

Por falar em tecnologia, volto a falar de telefones celulares, só que agora em um novo ângulo. Saiu no The Wall Street Journal que a empresa finlandesa Nokia quer recuperar a liderança na cabeça (e no bolso) dos consumidores. O problema é que, apesar da companhia ser notadamente reconhecida como uma fabricante de celulares de excelência, com um portfólio significativo de aparelhos para diversos perfis de usuários, os seus modelos vêm perdendo terreno para outras companhias como a Motorola, a Samsung, a LG e até mesmo a Sony Ericsson. Tudo por conta do design de seus celulares…

Explico melhor: como o ciclo de vida dos celulares é cada vez mais curto, o grande barato para diferenciá-los da concorrência é apostar em formatos inovadores e cores inusitadas. Neste sentido, o Razr V3 da Motorola é imbatível: além de fino e com uma câmera de razoável resolução, o aparelinho é posicionado no mercado como um acessório de moda. Com cores fortes (rosa pink, preto, prateado e dourado) e versões customizadas (DG da Dolce & Gabanna) tornam o V3 um aparelho que desperta o desejo e a cobiça dos consumidores.
Isso sem falar no charmosíssimo iPhone da Apple, que promete ser uma revolução no âmbito da telefonia móvel!

Ninguém discute a qualidade dos aparelhos da Nokia; afinal, a empresa é sinônimo de confiabilidade e facilidade de usar, posto que sua interface com o usuário é intuitiva. No entanto, os aparelhos da Nokia sempre estiveram a um passo atrás dos concorrentes, posto que a filosofia que os inspira é a da funcionalidade e do design elegante, porém sem extravagâncias. Os consumidores, apesar destas qualidades, consideram que os seus telefones celulares são grandes, pesados e desengonçados.

Segundo o atual presidente da companhia, Olli-Pekka Kallasvuo, o foco agora é no desenvolvimento de aparelhos com um design mais atraente. Isto implica em considerar modelos dobráveis (tipo flip), com visores coloridos de alta resolução e bem finos.

A resposta da companhia está no aparelho Nokia 6500 Classic, desenvolvido desde agosto de 2005. O foco é no público que deseja celulares estilosos sem perder a qualidade dos aparelhos da Nokia, como durabilidade e longa duração da bateria. O modelinho em questão abre este post, e podemos ver como a empresa está redirecionando os esforços criativos de seus projetistas.

Parodiando uma campanha publicitária de um refrigerante: sede é nada, imagem é tudo!
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: