Início > Comportamento do Consumidor, Marketing, Telefona Móvel > MAIS UMA FUNÇÃO DO TELEFONE CELULAR?

MAIS UMA FUNÇÃO DO TELEFONE CELULAR?

Minha gente, cada vez mais a tal da convergência avança a passos largos. Mesmo em um país como o nosso, onde a Estrada da Informação parece mais a Ponte Rio-Niterói ou a Marginal Pinheiros em dias de chuva!

Que o celular não é um mero aparelinho de ligações locais ou interurbanas é um fato. Basta ver o aumento do tráfego de MMSs, SMSs e do download de conteúdo de entretenimento (principalmente, músicas e jogos).

Aos poucos, surge no Brasil uma tendência já em voga nos EUA e na Europa: a telefonia móvel como meio de pagamento de contas e transações financeiras. Pouco tempo se passou para que nos acostumássemos com os cartões de crédito e de débito, e agora os nossos celulares estão se tornando os principais concorrentes do dinheiro de plástico.

Eis a linha evolutiva: talões de cheque, pré-datados, cartões de crédito, cartões de débito… para celulares!

A operadora de telefonia Oi e a empresa M-Cash (essa última em parceria com o Banco HSBC) lançaram no início do ano este novo negócio. No Rio de Janeiro, base de lançamento do produto, o serviço se chama Oi Paggo, e já conta com 70 mil usuários e 8 mil lojistas cadastrados. A expectativa é que, após a expansão para outros Estados após julho desse ano, o serviço conte com cerca de 1,5 milhão de usuários e 50 mil estabelecimentos credenciados.

Já o serviço oferecido pelo HSBC conta com aproximadamente 10 mil usuários. O fato é que a tendência de uso da telefonia móvel como meio de pagamento de contas, faturas e compras tanto no mundo físico quanto no mundo virtual é dada como certa pelos profissionais da área.

Como meio de inclusão digital, não deixa de ser um movimento notável e relativamente simples, pois aproveita uma base física instalada que não pára de crescer. Ainda mais em um país onde as taxas de inclusão bancárias são muito menores do que as de telefonia celular (o Brasil país possui 102 milhões de celulares, contra 70 milhões de contas correntes ativas e 83 milhões de cartões de crédito).

O Banco Central brasileiro está olhando este movimento com bastante interesse. Os estudos mostram que tal serviço pode incluir até 80 milhões de pessoas no sistema financeiro via celular! A grande massa oriunda dos segmentos de baixa renda.

Tal tendência tem tudo para dar certo, pois ela aproveita o que os consumidores mais desejam, e que eu chamo em minhas aulas e artigos de 3G – Conforto, Comodidade e Conveniência…

O único senão é que este movimento está sendo capitaneado por empresas localizadas em dois segmentos que se caracterizam por desprezar solenemente os consumidores: operadoras de telefonia e operadoras de serviços financeiros e de crédito. Basta ver a lista de reclamações dos Procons em todo o Brasil que elas estão lá, no topo do ranking do descalabro, do desrespeito e da falta de relacionamento com o usuário! (apesar do contrário apregoado por elas todos os dias…)

Quem sairá ganhando com isto: consumidores ou empresas? Quem viver, verá…
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: